segunda-feira, 25 de setembro de 2017

Kiss - "Forever"

Porque o amor depois de o encontrarmos pode tornar-se em algo maravilhoso, do qual não estávamos à espera, do qual nos assaltou o coração e apenas o queremos bem preso dentro de nós.



Oh, I see my future when I look in your eyes
It took your love to make my heart come alive
'Cause I lived my life believing all love is blind
But everything about you is telling me this time

It's forever
This time I know
And there's no doubt in my mind
Forever
Until my life is through
Girl, I'll be loving you forever

segunda-feira, 15 de maio de 2017

Guns N Roses - "This I love"


And now I don't know why
She wouldn't say goodbye
But then it seems that I
Had seen it in her eyes


And it might not be wise
I'd still have to try
With all the love I have inside
I can't deny

I just can't let it die
Cause her heart's just like mine
And she holds her pain inside
So if you ask me why
She wouldn't say goodbye

I know somewhere inside
There is a special light
Still shining bright
And even on the darkest night
She can't deny

So if she's somewhere near me
I hope to God she hears me
There's no one else
Could ever make me feel
I'm so alive
I hoped she'd never leave me
Please, God, you must believe me
I've searched the universe
And found myself
Within' her eyes

No matter how I try
They say it's all a lie
So what's the use of my
Confessions to a crime
Of passions that won't die
In my heart

So if she's somewhere near me
I hope to God she hears me
There's no one else
Could ever make me feel
I'm so alive
I hoped she'd never leave me
Please God you must believe me
I've searched the universe
And found myself
Within' her eyes

So if she's somewhere near me
I hope to God she hears me
There's no one else
Could ever make me feel
I'm so alive

I hoped she'd never leave me
Please God you must believe me
I've searched the universe
And found myself
Within' her eyes

And now I don't know why
She wouldn't say goodbye
It just might be that I
Had seen it in her eyes
And now it seems that I
Gave up my ghost of pride
I'll never say goodbye

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Pensamentos soltos...

"Pior do que quem vai embora da tua vida, é quem não sabe se vai ou se fica. Quem num momento não te quer perder, e no outro desaparece sem dar explicações.

É melhor a certeza do fim do que a esperança de um recomeço falhado, porque quem parte aos poucos nunca deixa o nosso coração em paz.

É um pouco de dor hoje, um pouco de alegria amanhã e mais dor no dia seguinte. Um círculo vicioso que nos maltrata, e nunca dá certo. Quase, mas nenhum vento pode ajudar quem não tem direcção."

domingo, 1 de janeiro de 2017

Ainda vens aqui?

   Esta é para ti, única e exclusivamente para ti.
   Um corpo forte também sofre e tem as suas fraquezas e fragilidades.
  Os dias voam, nascem e morrem, as memórias e as saudades reaparecem e levam-me ao limite daquilo que consigo suportar. O que é feito de ti? Onde estás? Aquela corrente que outrora era inquebrável (ou assim pensava eu) está frágil e ferrugenta, quebra-se sem o mínimo esforço, e distancias-te... Ainda continuas o mesmo? Se passar por ti nas ruas, ainda irei reconhecer-te? Se os nossos olhares se cruzarem, ainda serei a tua maninha?
   Porquê a ausência, o afastamento... A dor alucinante que trespassa a sanidade! Um dia quererás voltar a entrar, a reaparecer. Um dia será tarde e encontrarás um coração e dois braços fechados.

sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

Lobo das Estepes


"Como se havia apoderado de mim tão lenta e insidiosamente essa paralisia, esse ódio contra mim próprio e contra toda a gente, essa obstrução de todos os sentimentos, esse profundo e perverso enfado, esse infecto inferno do vazio de afectos e do desespero?"

sexta-feira, 22 de julho de 2016

I have no words... not now, not anymore


You're in the clear while I'm waking up to nothing but tears,
and you stay the same like I'm the only one that you needed to change.
You know the things you said to me, do you regret them?...

sexta-feira, 15 de abril de 2016

Quando amanhã começar sem mim

Quando amanhã começar sem mim,
E eu não estiver lá para ver,
Se o sol nascer e encontrar os teus olhos
Cheios de lágrimas por mim; 
Desejo ardentemente que não chores
Como choraste hoje,
Enquanto pensavas em muitas  coias
Que nunca podemos dizer.
Sei o quanto me amas,
Tanto quanto eu te amo,
E sempre que pensares em mim,
Sei que também terás saudades minhas;
Mas quando amanhã começar sem mim,
Tenta entender
Que um anjo apareceu e chamou o meu nome,
E me levou pela mão,
E disse que o meu lugar estava pronto,
No céu lá nas alturas
E que eu teria de deixar para trás
Todos os que tanto amo.
Mas quando virei costas para partir, 
Uma lágrima rolou-me dos olhos
Pois toda a vida pensei
Que não queria morrer.
Tinha tanto por viver,
Tanta coisa por fazer,
Que parecia quase impossível,
Estar naquele momento a deixar-te.

Pensei em todos os dias passados,
Nas boas e más noticias, em todo o amor que partilhámos,
No quanto nos divertimos.
Se eu pudesse reviver o passado,
Por um momento que fosse,
Dir-te-ia adeus e beijar-te-ia
E talvez te visse sorrir.
Mas foi então que percebi
Que isso nunca aconteceria,
Pois o vazio  e as memórias
Tomariam o meu lugar, 
E quando pensei nas coisas mundanas
Que poderia perder amanhã
Pensei em ti, e quando o fiz
O meu coração encheu-se de dor.
Mas quando cruzei as portas do céu
Senti-me tão em casa
Quando Deus olhou para mim e sorriu,
Do seu imenso trono dourado,
Disse: "Isto é a eternidade, 
E tudo o que te prometi.
Hoje a tua vida na Terra pertence ao passado
Mas aqui vai começar de novo.
Não te prometo amanhãs
Mas este dia vai durar para sempre,
Uma vez que todos os dias são o mesmo,
Não tens porque chorar o passado
Foste sempre tão fiel,
Tão confiante e tão verdadeiro.
Ainda assim houve alturas
Que sabias que não devias.
Mas foste predoado
E és finalmente livre.
Portanto, vem, dá-me a mão
E partilha comigo a minha vida."
Assim, quando amanhã começar sem mim,
Não penses que estamos afastados,
Pois, sempre que pensares em mim, 
Estarei aqui, no teu coração.


David M. Romano

Assuntos inacabados

   Problemas que ficam por resolver tornam-se pedras no caminho e, mais tarde ou mais cedo, acabas por tropeçar neles. Podes pensar que, no passado, quando eles surgiram, que nasceram e morreram por ali mas a verdade é que fugiste deles e ainda pioraram mais. Podes pensar que avançaste com a tua vida e controlaste a situação... Sim, numa certa parte controlaste, no entanto, nos momentos de maior fragilidade e carência o corpo dá de si e os fantasmas regressam. No fundo sabes que não existe escapatória possível e estares a enganar-te a ti mesmo e a negar o que se passa apenas vai provocar dor e sofrimento, as noites em branco surgem e os dias sem sentido renascem.
Estás novamente numa espiral descendente.

quinta-feira, 31 de março de 2016

Solidão própria

   Uma relação de amizade trespassa as barreiras do saudável quando um dos lados se torna "dependente" do outro. Inconscientemente estaremos a ficar, ou já ficámos, doentes por atenção? Habituamos-nos àquela rotina de todas as manhãs sermos acordados pela luz do visor do telemóvel e todas as noites essa mesma luz ser a última a adormecer.
      Pode não ser o correto a fazer, é um facto, no entanto parece que nos sentimos mais amados, que temos alguém que sente a nossa falta e que somos, de certa forma, importantes na sua vida. O nosso ego conquista novos horizontes, toda a atenção e carinho que nos dão faz o olhar brilhar e a realidade ganha um sabor melhor que os sonhos! Todavia, a longo prazo revela-se que afinal não é bem assim, a realidade não é melhor que o mundo idealizado por nós.
      Por muitos afectos que recebamos daqueles que amamos e que nos são essenciais, do que serve se não tivermos amor próprio? Se não gostarmos de nós mesmos, qual é a necessidade de recebermos aqueles gestos? Para nos enganarmos? Acreditando que é o suficiente e que com o tempo nos habituamos à situação, como uma rotina? E se, de repente, as pessoas nos deixarem e partirem para longe? Onde estará a "dose" de carinho e afecto? O corpo entra em falência porque não sabe alimentar-se sozinho, não consegue olhar para si e ver o quanto especial é! Porque tornou-se "dependente" dos corpos de fora e acomodou-se à ideia de que "tenho quem me diga e mostre o que preciso, por isso, não preciso de fazer mais nada".
      Neste momento, talvez um pouco tarde, dá-se conta de que se adoeceu... o amor próprio desvaneceu-se na totalidade e o que sobra é um imenso vazio.      
      

"Não Se Encontra O Que Se Procura", Miguel Sousa Tavares





«"(...) Você tem uma grande defesa contra o mundo e contra tudo: escreve.

E  escrever é como construir uma fortaleza contra os ataques de fora. (...)"»

Kiss - "Forever"

Porque o amor depois de o encontrarmos pode tornar-se em algo maravilhoso, do qual não estávamos à espera, do qual nos assaltou o coração e...